Lasanha de vegetais e ricotta

Mai 2nd

Gostava muito de ser daquelas pessoas que adoram comida saudável e, consequentemente, adorar preparar refeições saudáveis.

Mas a verdade é que não sou… No entanto, a ideia de uma lasanha de vegetais andava a pairar nas minhas ideias culinárias há muito tempo. Um dia foi o dia e retirei do forno um tabuleiro absolutamente divinal. Para quem quer experimentar uma receita diferente, arrisquem. Resultou numa refeição super reconfortante e, acima de tudo, muito – mesmo muito, saborosa!

Ingredientes:

  • 1 embalagem de ricotta
  • 2 cenouras
  • 1 alho francês
  • 1 courgette grande
  • 700 gr abóbora
  • 1 cebola
  • 3 dentes alho
  • 1 tomate maduro
  • 2 raminhos de manjericão
  • 250 gr cogumelos frescos laminados
  • Flor de sal q.b.
  • Pimenta preta q.b.
  • Azeite q.b.
  • 1 caldo natura legumes
  • Placas lasanha fresca
  • Mozzarella q.b.

Preparação:

  • Refogar em azeite a cebola, os dentes de alho, as folhas de manjericão e o tomate bem picados.
  • Juntar os restantes legumes previamente partidos e os cogumelos laminados e deixar cozinhar.
  • Adicionar o caldo, retificar os temperos (flor de sal e pimenta) e deixar apurar.
  • Envolver o queijo ricotta no preparado anterior.
  • Regar a forma com um fio de azeite e dispôr camadas de placas de lasanha e de recheio alternadamente (iniciar e finalizar com uma placa).
  • Cobrir com mozzarella a gosto
  • Levar ao forno previamente aquecido a 180º durante 35 minutos.
  • Empratar e servir.

Sugestão de vinho:

Nos pratos vegetarianos é habitual ficarmos na dúvida: Branco ou tinto? Se bem que podemos escolher o “meio-termo” e optar por um rosé, no caso de pratos vegetarianos de forno é sensato escolher um tinto com alguma frescura. Desta vez sugerimos um vinho feito a partir de uma casta pouco habitual em Portugal: Pinot Noir. A sua frescura faz com que seja bastante utilizada para a produção de espumantes mas podemos encontrá-la nalguns vinhos tranquilos. Um bom exemplo é o Olho-no-pé Grande Reserva – Um projecto de pequena produção baseado no Douro, que pode ser encontrado na maioria das garrafeiras de todo o país.

Olho-No-Pé Pinot Noir Grande Reserva

Origem da foto: Adegga.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *